NÃO ERA RATZINGER, MAS É BERGOGLIO! NÃO É BIDEN, MAS É KAMALA HARRIS.

DAVIDE PEREIRA.

É sabido que nem tudo o que brilha é ouro…
Wisconsin, Arizona, Alasca, Michigan, Pensilvânia, Carolina do Norte e Geórgia, foram os estados norte americanos aonde as provas e evidências de fraude e crime organizado foram os mais visíveis. 
Foi com incredulidade e estupefação que o mundo inteiro foi assistindo ao decorrer da semana à contagem fraudulenta dos votos eleitorais nesses estados. O refúgio de alguns analistas políticos foi o de que os republicanos têm o hábito de votar sempre no dia das eleições enquanto que os democratas o fazem pelo correio. Foi no estado de  Wisconsin que a ponta do iceberg começou a vir à tona e o fraude começou a avolumar-se rápidamente e às claras diante de todos com a contagem infindável de votos a favor de Joe Biden.  
Hoje os meios de comunicação não estão apenas nas mãos de alguns endinheirados, mas de todos nós. Através do digital, 4G e agora o 5G, as redes sociais divulgam informações à velocidade da luz. Hoje só é possível fraudes como os que estão a acontecer entre a escolha de Trump ou Biden se houver algo de muito estranho e com grandes interesses escondidos com a ajuda de algo ou de alguém muito poderoso. 
Foi muitíssimo mais do que um fraude eleitoral, é um golpe: «Joe Biden era apenas uma porta, não um destino«. 
Não é apenas no mundo dos negócios que existem os chamados » testas de ferro«, mas quer na política e infelizmente também na religião o mesmo vai acontecendo aqui e ali. Ouso dizer que o mesmo aconteceu entre Ratzinger e Bergoglio. Nāo um » testa de ferro«, mas um Papa de transição para outros » ismas«. 

Joe Biden é e será a grande marioneta que Soros e a esquerda radical quer impor nos EUA.  
Teorias de conspiração?! Não! Os protagonistas continuam a ser os mesmos do costume e são conhecidos por discípulos de Soros ou globalistas. 
A ideologia do género, a despenalização do aborto e das drogas, o casamentos entre pessoas do mesmo sexo e a eutanásia, com os apoios da Open Society Foundations de George Soros, Ford Foundation, Gates Foundation, Kellogg Foudation, Hewlett Foudation, Rockefeller Foundation, etc…sāo as pessoas e instituições  que financiam toda uma política doutrinária contra os nossos valores judaico cristãs.                     Os Estados Unidos da América do Norte estão em choque. As nações que ainda pugnam pela verdade e pela justiça estão perplexas.
Paulatinamente a nível mundial o globalismo e a esquerda radical irá crescer. Já se torna notório esse fenômeno maléfico em Portugal. Deus, a Pátria e a Família têm que continuar a ser a nossa matriz, a nossa medida padrão numa sociedade que muda, e num mundo em constantes mutações.
A mudança fraudulenta dos USA à esquerda não pode ser agora a pauta da Europa, da Península Ibérica e muito menos de Portugal.
A Espanha necessita urgentemente de um Bloco de Direita. Portugal continental têm que  seguir o exemplo dos Açores, que embora com algumas divergencias visíveis procura unificar a Direita para poder governar e lutar ferozmente contra a corrupção e poderes instalados.
Uma das siglas do Bloco de Direita português é: » Importa mais o que nos une, que aquilo que nos separa«. www.endireitar.pt
Por uma Direita justa e musculada. Viva Portugal!!!!
Pense nisto.

Deja una respuesta